11 dicas de livros sobre vinhos brasileiros (mais uma dica bônus pra não deixar a Jancis Robinson de fora)

11 dicas de livros sobre vinhos brasileiros (mais uma dica bônus pra não deixar a Jancis Robinson de fora)

Sobre vinhos brasileiros ou escritos por brasileiros que falam de vinhos. Desde os mais técnicos, passando pelos acadêmicos, pelos curiosos, pelos poéticos, pelos quase romances, pelos de crônicas, pelos rankings: livro e vinho, uma dupla sempre inseparável.

A ordem da lista é totalmente aleatória – só pra organizar na hora da foto mesmo, rs. Saque uma rolha, sinta o aroma, dê o primeiro gole e respire: vamos a eles.

01. Dicionário do vinho, de Tagliari e Campos, Editora Companhia Nacional

Primeira curiosidade sobre este livro, antes de falar do livro em si: vocês sabiam que o Maurício Tagliari, além de enófilo é um baita músico e tem no seu currículo musical entre outras maravilhas a criação do lendário e saudoso Nouvelle Cuisine? (por favor, quem não conhece, google e aumente o som).

Pois o Dicionário é, bem, um dicionário. E que como todo bom dicionário organiza tudo por ordem alfabética> Tudo aqui no caso são termos, especificidades, regiões, uvas, solos, segredos, dicas, assuntos, definições e indefinições – o vinho é uma bebida cheia de dependes… Este – o primeiro em língua portuguesa – é um livro obrigatório que todos que amam vinhos tem que ter em casa.

[ Comprar ]

 

 

Dicionário do vinho, de Tagliari e Campos, Editora Companhia Nacional

02. Os segredos do vinho, para iniciantes e iniciados, de José Osvaldo Albano do Amarante, Editora Mescla Editorial

O autor, um dos mais reconhecidos especialistas em vinho do país, tenta desvendar os passos básicos da bebida em lições práticas. Dá dicas de serviço – nem todo mundo sabe ou consegue sacar corretamente a rolha, tem técnica pra isso, sabiam? -, de compra, de armazenamento, mas claro, fala muito sobre vinho, desde as principais variedades da uva até a análise sensorial, na taça – aliás, fala sobre as diferentes taças também. Afinal, a taça influencia na hora de degustar? E mais, depois do básico, apresenta o Velho e o Novo Mundo do vinho, bem como as suas peculiaridades – e tem um belo capítulo sobre os vinhos brasileiros.

[ Comprar ]

 

03. Manual de Viticultura, de Eduardo Giovannini, Editora Bookman

Giovannini é professor, pesquisador, estudioso, vinhateiro e mestre de uma geração de apaixonados por vinho como ele. Seus cursos práticos, oferecidos na vinícola, são disputadíssimos.

A obra, certamente a mais técnica da lista, ensina passo a passo para aqueles que tem, mais do que o vinho, a vinha como vocação. O autor entra em detalhes de botânica e fisiologia, aponta os caminhos para a implantação do vinhedo e alerta o que pode acontecer elencando medidas de prevenção. Um livro para quem quer conhecer de perto a dor – e a delícia – de plantar as uvas que mais tarde serão transformadas em saborosos vinhos, como os que Giovannini produz.

[ Comprar ]

04. Vinhos, degustação, elaboração e serviço, de Adolfo Alberto Lona, Editora AGE

Impossível falar de vinho no Brasil e não falar de Adolfo Lona, ou simplesmente, Lona. O argentino que está no Brasil desde sempre é a memória viva do vinho e um dos mais acirrados defensores do vinho brasileiro. Durante a pandemia que forçou um recolhimento a todos, Lona passou a dividir seu conhecimento em “lives” que são verdadeiras aulas sobre o vinho e tudo que o cerca.

O livro? O livro de Lona, nas palavras da enóloga espanhola Maria Isabel Mijares y Garcia-Pelayo publicadas na quarta capa da OITAVA EDIÇÃO (!!!) da obra está esgotada (mas parece que está sendo avaliada uma nova!): “É uma obra que técnicos e leigos deverão ler. Os técnicos, para rever e afiançar seus conhecimentos; os leigos, para descobrir o mundo mágico do vinho”.

[ Comprar ]

05. Vinho do novo mundo, conhecimento para beber melhor, de Michael Waller, Editora CS Livros

Michael é administrador de empresas, tem formações na área de negócios e é gestor de uma empresa de softwares. Mas é quando fala em vinho que seu olho brilha – e seu dente fica roxo.

Um jovem enófilo que tem uma memória sensorial aguçada e treinada graças a longas e divertidas sessões de degustação. No livro o autor viaja por diversos países do novo mundo dos vinhos e, mesmo que não presencialmente, nos transportamos com ele para cada um dos destinos que comenta, recebendo seus comentários e críticas como valiosas dicas para os próximos goles. O que fica ao final é uma grande lição: que cada um construa a sua experiência com o vinho e chegue assim a sua verdade sobre a bebida.

[ Comprar ]

06. Histórias do vinho, Oficina de Criação Literária Alcy Cheuiche, diversos autores, Editora AGE

O livro bilíngue, apresentado também em francês, é fruto do trabalho dos alunos nos encontros coordenados pelo escritor Alcy Cheuiche. São 30 autores de diferentes estilos e histórias, que colocaram no papel suas impressões e pensamentos sobre o vinho, depois de uma série de aulas teóricas e práticas – estas em locais como vinícolas e eventos, como a Festa da Uva de Caxias do Sul.

07. Vinho fino brasileiro, de Rogerio Dardeau, Editora Mauad X

Professor, pesquisador, conhecedor: boas definições para Rogerio Dardeau, o autor do livro que é um verdadeiro guia dos produtores de vinhos brasileiros.  Uma obra que nós do Brasil de Vinhos usamos direto para consulta, aliás.

Dardeau apresenta conceitos, legislação, práticas, castas, regiões, passa por todos os aspectos da produção e por fim apresenta as vinícolas, todas no mesmo lugar. Uma ótima fotografia da produção nacional. Além disso, associações de produtores, raridades e experiências de sucesso que, infelizmente, ficaram pelo caminho. Um belo livro para quem quer conhecer a fundo a produção nacional. E o autor anuncia para dezembro uma nova edição: fiquem de olho.

[ Comprar ]

08. Descorchados 2020, de Patricio Tapia, Editora Inner

Patricio Tapia e Descorchados são praticamente sinônimos. Um se refere ao outro e o outro se refere ao um. Descorchados é, talvez, mais importante guia de vinhos da América do Sul – aqui Argentina, Brasil, Chile e Uruguai. E na edição 2020, 4664 rótulos foram degustados, vinhos de 560 vinícolas: isso que verdadeiramente chamamos de litragem.

[ Comprar ]

09. Histórias de vinho, diversos autores, Editora L&PM

Imagine um livro que tem o vinho como tema, se você está lendo esse texto provavelmente gosta disso. Agora imagine que reuniram textos sobre vinho escritos por pessoas como Josué Guimarães, Luis Fernando Verissimo, Mario Quintana Millor Fernandes, Paulo Mendes Campos e Sérgio da Costa Franco, pra citarmos apenas alguns. Não precisa imaginar, existe. Um livro comemorativo onde o vinho é o fio que une as histórias. Saborosíssimo.

 

 

10. A experiência do gosto, o mundo do vinho segundo Jorge Lucki, de Jorge Lucki, Editora Companhia das Letras

Jorge Lucki, colunista do jornal Valor Econômico e da rádio CBN, é um nome referência quando se fala em jornalismo e vinho no Brasil. Neste livro, apresentado por Angela Klinke, uma seleção – que imaginamos deve ter sido dificílima de fazer – de dezenas de inebriantes artigos. Textos leves, encorpados, textos de guarda, textos para serem degustados jovens, textos para serem apreciados sem moderação. Existe tipo ideal de adega? Pra que serve um decanter? O que é um vinho sem compromisso? Regiões, tipos, terroirs, países, palavras complicadas, pronúncias nem sempre acertadas, mas sempre uma conclusão: vinho se conhece bebendo. Mas ler sobre ele já ajuda muito também.

 

 

11. O vinho, a vinha e a vida, de Sérgio de Paula Santos, Editora L&PM

Sérgio de Paula Santos foi um dos maiores enófilos do Brasil. Um aficionado que tinha em sua biblioteca cerca de 15 mil volumes, um terço disso publicações enogastronômicas. Médico por formação, era um notável cronista de vinhos, escreveu nove livros sobre o tema. Na obra que listamos – uma publicação de 1995 -, um passeio pelo Velho Mundo e pelas tradições mais antigas, uma visita às cozinhas de diversos países, fatos e lendas que fazem parte do imaginário ou das origens do vinho, crimes, mistério e saúde. Um livro para aprender de tudo um pouco. E terminar querendo mais. Dos bons.

Super bônus – Expert em vinhos em 24 horas, de Jancis Robinson, Editora Planeta

Porque é impossível falar de livros e vinhos sem falar de Jancis Robinson. Porque é quase impossível falar de vinhos e não falar de Jancis Robinson. Jancis Robinson já escreveu – em dupla com o super expert Hugh Johnson – um Atlas do Vinho (atualmente em sua 8aedição). Jancis Robinson já listou, em Wine Grapes, 1368 variedades de uvas, todas relevantes pra quem gosta de vinhos. Jancis Robinson ensina como degustar vinhos, confessa que é apaixonada por eles e ainda, de quebra, conta truques básicos pra quem quer saber algo sobre vinhos rapidamente. Mas cuidado, é um perigo. Estas 24 horas do título enganam: passam a ser as 24 horas de cada um dos próximos dias da sua vida…

[ Comprar ]

 

Dra. Uva