O Brasil de Vinhos em duas diferentes publicações

O Brasil de Vinhos em duas diferentes publicações

Obras destacam vinícolas, regiões, uvas, terroir e experiências com os vinhos brasileiros

Gente, Lugares e Vinhos do Brasil, de Rogério Dardeau, e 101 Vinhos Brasileiros, de Michael Waller, dois livros que traçam um belo panorama da produção de vinhos no Brasil, duas obras diferentes, mas que tem um ponto em comum: o amor pelo vinho brasileiro.

Um jornalista, professor e escritor que tem a sua vida ligada aos vinhos desde o nascimento – é descendente de uma família de vinhateiros franceses cuja origem remonta ao século XVI.

Um administrador de empresas, enófilo, pesquisador, degustador obstinado e escritor decidido, um jovem autor que tem como objetivo compartilhar conhecimento.

Rogério Dardeau e Michael Waller, respectivamente, escrevem obras que nos fazem viajar pelo Brasil mas também de uma certa forma nos ajudam a viajar o mundo. De maneiras diferentes, apresentam vinhos e vinícolas, falam sobre as famílias, as histórias, os obstáculos, os ganhos e as perdas, as partes boas e as partes ruins.

Os livros não se repetem. Se encontram em alguns pontos, mas não são repetitivos. Onde um recua, outro avança, onde um falta, o outro sobra.

Leia os dois, sem moderação.

 

Gente, Lugares e Vinhos do Brasil, de Rogério Dardeau

Em mais de 400 páginas o jornalista carioca destrincha o vinho brasileiro desde sua origem, detalha a expansão territorial, os momentos marcantes desde a gênese da produção até o momento atual e claro, bota em pauta os ainda polêmicos vinhos ditos naturais – orgânicos, naturebas, biodinâmicos e afins.

Dardeau foca muito também no Vinho Brasileiro de Terroir, o rótulo com assinatura, característico, o vinho que leva a marca do enólogo a cada gole. A obra do jornalista é didática, uma verdadeira aula, desde termos técnicos e jargões muito utilizados no mundo do vinho, até questões sanitárias e científicas, passando pela legislação e por verdadeiros relatórios que identificam entidades e organizações de classe.

Grande parte das castas cultivadas no país também está listada, assim como as regiões onde se produzem vinhos finos no Brasil.

Mas certamente o ponto alto do livro se concentra na identificação de um grande número de vinícolas espalhadas pelo Brasil. Em breves explicações o autor conta histórias e rapidamente pincela projetos em maior ou menor escala, no que deve ter sido um trabalho exaustivo – mas com certeza muito prazeroso. Ouvir vinhateiros contando suas desventuras e trajetórias é das melhores coisas desse fascinante mundo.

 

Gente, Lugares e Vinhos do Brasil, de Rogério Dardeau

453 páginas, R$ 120

Editora Mauad

 

101 Vinhos Brasileiros, de Michael Waller

Michael Waller é um enófilo diletante, um pesquisador obstinado e um grande conhecedor de vinhos. E é daqueles caras que quando mete uma ideia na cabeça só acaba quando termina. Assim foi quando planejou e concebeu sua primeira obra sobre o tema “Vinhos do Novo Mundo: conhecimento para beber melhor”, e assim ele repetiu ao pensar, desenvolver e finalizar seu novo livro.

E este “101 Vinhos Brasileiros” é um passeio. É uma grande volta pelo maravilhoso mundo dos vinhos do Brasil. Em saborosas páginas, Waller não faz um guia nem um livro didático, mas aponta caminhos e dá orientações.

Cada tópico merece um brinde, uma anotação, um concordar – ou discordar – com a cabeça. O livro é uma conversa com um companheiro de degustação, com uma amiga no corredor da enoteca ou com um sommelier juntos às torneiras do bar: impossível ser mais próximo e informal.

Importante salientar que o autor não faz juízo de valor, não aponta o que é bom ou ruim a partir de seu gosto pessoal, seu julgamento é técnico e os critérios são claramente apresentados. Para chegar aos 101 do livro, degustou uma quantidade infinitamente maior, e com certeza sofreu ao deixar alguns de fora.

E se isso fosse pouco, o livro ainda tem uma seleção especialíssima de receitas, todas devidamente harmonizadas, claro, e todas também obra do autor, que além de enófilo, é também um baita cozinheiro.

E muito generoso, tanto que brinda os leitores do Brasil de Vinhos com um presente: clique aqui e leia o primeiro capítulo do livro pra sentir o “bouquet” da nova obra.

Na segunda-feira, dia 25, às 21h, conversaremos com Michael Waller sobre a obra em nosso perfil do Instagram @brasildevinhos. Separe um rótulo e nos acompanhe.

 

101 Vinhos Brasileiros, de Michael Waller

160 páginas, R$ 44,90

Editora Ideograf, selo CS Livros

Pré-venda e mais informações em 101vinhosbrasileiros.com.br

Dra. Uva